sábado, 24 de dezembro de 2011

Natal 2011




Celebrar o Natal sem uma atitude de louvor à VIDA, abertura  ao Transcendente, agradecimento ao Absoluto é uma proposta que me soa a alienação imposta por uma tradição cultural que passou à situação de cana seca. Ainda serve para nos irmos apoiando mas já perdeu a capacidade de renovo.
Por isso quero fazer-me eco daquela mensagem que vem de longe e que, apesar da sinuosidade dos caminhos e das contradições de receptores e emissores, continua a dar sentido a mais uma celebração do Natal em 2011: " Glória a Deus e paz aos Homens". Jesus nasceu e assumiu-se como resposta ao passado e sentido ao futuro. Passo bem sem embrulhos que escondem sempre um quase nada ou uma fantasia, enfeitados com laços que normalmente prendem mais que libertam, mas não desisto de celebrar a paz, a harmonia, a luz, a fraternidade,a exaltação da dimensão humana e  a glorificação da transcendência divina.
    Aqui deixo, para quem quiser uma boa sobremesa, o Decálogo do Natal:
Se tens tristeza, alegra-te!             Se tens pecados, converte-te!
O Natal é alegria.                      O Natal é vida nova.
Se tens inimigos, reconcilia-te!  Se tens trevas, acende a lâmpada!
O Natal é paz.                            O Natal é luz.
Se tens amigos, busca-os!             Se vives na mentira, reflecte!
O Natal é encontro.                    O Natal é verdade
Se tens pobres a teu lado, ajuda-os! Se tens ódio, esquece-o!
O Natal é dádiva.                        O Natal é amor.
Se tens soberba, sepulta-a!            Se tens fé, partilha-a!
O Natal é humildade.                  O Natal é Deus connosco.

   Para todos uma feliz celebração do Natal 2011!       
   Boas-Festas!

1 comentário:

M.Haydée Nogueira disse...

Mais uma vez parabéns pela sua bela postagem.
Um Santo e Feliz Natal,junto dos que mais estima.
Espero que não leve a mal o facto de ter adicionado o seu blogue à lista de blogues que estou a seguir...
A colega,
M.Haydée